Editorial


Revista Estações de Itaipava
Inverno 2003 nº 0 - pág. 9

FIZ E GOSTEI

Lar, doce lar

Para arquitetos experientes, adequar um projeto à topografia serrana e erguer a construção sem causar danos à vegetação local é uma rotina. Difícil é escolher o mais bonito, criativo, ou o mais instigante. Por isso, Estações de Itaipava propôs a dois escritórios de arquitetura este desafio: que selecionassem sua criação predileta na região. Ambos de Itaipava, Thaïs Susini e Gastão Cazaux, da Arq&Tec, Alexandre Sodré e Rita Ribeiro, do Studio da Mata, revelaram a escolha e o porquê da preferência.


Alexandre e Rita: Liberdade para projetar a Pousada das Araras


Natureza e Sofisticação

Alexandre Sodré escolheu o projeto que melhor define seu estilo: abundante em materiais de demolição e recicláveis, adaptado à topografia irregular e integrado à natureza. Assim construiu a sede, alguns apartamentos, o prédio para convenções e três chalés da Pousada das Araras, uma das mais conhecidas na região, ao todo 1.200 m² de obras. “Faço os projetos sempre de acordo com o que os clientes pedem. Mas nesse, tive total liberdade de criação. O terreno era bastante acidentado e a vista belíssima. Explorei essas características, procurando trazer o exterior para o interior”, explica Sodré. De fato, a natureza está totalmente integrada à construção, bastante iluminada. A combinação entre madeira, tijolos de demolição, vidro e pedras torna o ambiente sofisticado e acolhedor. Rita Ribeiro é paisagista e seu trabalho pode ser conferido na oitava edição da Mastercasa, que acontece no Condomínio Granja Brasil, em Itaipava, até 10 de agosto. Na sede do Studio da Mata – uma construção feita com toras de eucalipto, tecnologia também utilizada nos projetos de Sodré – ela vende móveis e objetos de decoração. Studio da Mata, Estrada União e Indústria, 11.255. Tel.: 24 2222-4634 / 5046. Veja a página na Internet: www.studiodamata.com.br.



Estrada Bernardo Coutinho, 1861 - Araras - Petrópolis/RJ - (24) 2222-4634