Editorial


Revista Arquitetura e Construção
Dezembro/2007 - pág. 34

Paisagismo

Charme à meia-sombra

Posicionado entre o bloco social e a área íntima de uma casa na serra fluminense, este pátio de 40m² era pouco freqüentado pelos moradores. A paisagista Rita Ribeiro, do Studio da Mata, de Itaipava, RJ, conseguiu reformular o espaço começando por uma medida simples: instalou uma calha nos beirais, que protege todo o perímetro do pátio da água da chuva. “Isso possibilitou criar um paisagismo nesta área, tornando-a mais agradável e convidativa”, conta ela. “Escolhi plantas baixinhas, que não obstruem a vista das janelas”, acrescenta. O pergolado de 2 x 4 m, coberto pela trepadeira sapatinho-de-judia, foi mantido. Já o piso recebeu forração de pedriscos (nº 2, cor palha).



Para fazer igual

Espécies de sombra e meia-sombra povoam o pátio, que praticamente não recebe sol.

1. A trepadeira sapatinho-de-judia, que dá flor o ano todo, enfeita as barras de madeira do pergolado.
2. Antúrios e miniantúrios estão plantados em vasos, o que facilita a troca periódica e a reposição de substrato.
3. Marantas (de folhagem rajada) e lírios-da-paz (de flor branca) não crescem além de 40 cm de altura. Por isso podem ocupar os canteiros embaixo das janelas. Entre os arbustos, há pequenos vasos de orquídeas.



Estrada Bernardo Coutinho, 1861 - Araras - Petrópolis/RJ - (24) 2222-4634