Editorial


Jornal O Globo – Serra
Domingo, 6 de fevereiro de 2005

EM CASA

Madeira vira arte em belos jardins

Mobiliário rústico e resistente a chuvas combina com ambiente

Por estarem expostos a chuvas e outros fenômenos naturais, os móveis de jardim requerem materiais específicos. Alumínio, ferro e afins estão fora de cogitação.
Para muitos decoradores e arquitetos, a madeira é o elemento que melhor combina com os jardins e dela tudo se pode fazer.
Especialista na fabricação de móveis com toras de madeira, o arquiteto Alexandre Sodré resume as qualidades do material:
- O jardim pede mobília rústica e despojada, por isso a madeira funciona tão bem.

Mas, se em ambientes internos, a função de um móvel é o que dita seu formato, no jardim não precisa ser assim.
- O design precisa ser confortável, no caso de uma cadeira, por exemplo.
A vantagem é que o jardim pode ter objetos mais pesados e esculturais, como se fossem obras de arte. Afinal, eles não serão transportados de um lado para o outro – diz Alexandre.


A MADEIRA se presta a designs diferentes de paredes e janelas na estrutura externa da casa, principalmente na parte voltada para o jardim (como no detalhe), bem como para espreguiçadeiras (acima) e banquinhos estilizados.

Estrada Bernardo Coutinho, 1861 - Araras - Petrópolis/RJ - (24) 2222-4634