O Que Fazemos - Paisagismo


Área plana conquistada

O terreno íngreme desta casa em Itaipava teve como grande interferência a criação de um muro em concreto armado que favoreceu a ampliação da área plana nas laterais da casa. Na nova área conquistada foram implantadas circulações, uma pequena praça e canteiros com massas de vegetação variadas. Houve também a implantação de um reflorestamento com árvores nativas de florações diversas em 70% do terreno que anteriormente era apenas capim.

| veja + |

Abraçada pela Mata Atlântica

A mil metros de altitude no Vale de Araras, em Petrópolis, RJ, essa casa de campo é abraçada pela Mata Atlântica. A reserva de mata original de 3.000 m2 foi conservada e houve uma grande preocupação em manter uma ligação harmônica entre a arquitetura e todo o exterior exuberante. O grande desafio da paisagista Rita Sodré foi aproveitar a topografia acidentada do terreno, criando um jardim integrado com a casa em seus diversos níveis. Muros de pedra proporcionaram a criação de platôs e perto da casa, em área gramada no nível térreo, foi projetada uma piscina com fundo infinito voltado para o vale que remete a um espelho d’água. As espécies vegetais foram plantadas de forma a parecer que sempre estiveram lá e as árvores se inserem naturalmente no terreno, algumas nativas da Mata Atlântica e muitas outras que foram plantadas no início da implantação do jardim. A predominância é de plantas perenes, de manutenção mais fácil e que apresentam cores e texturas durante o ano, permitindo que assim como a natureza, as estações sejam sempre marcadas.

| veja + |

Jardim do Lazer totalmente integrado

Em um lote muito grande, o projeto paisagístico foi concebido de modo a permitir uma circulação mais confortável das pessoas, integrando a residência à area externa. O caminho para a piscina e para o novo complexo de lazer, antes pouco valorizado, ganhou amplitude, cores, formas, texturas, e perfumes. Ao lado do caminho, o rock garden, com suas pedras de pasto escurecidas, fez surgir belos canteiros de espécies variadas de suculentas, servindo de contenção ao terreno com naturalidade e harmonia. Os pedriscos usados no piso tornaram o acesso mais agradável e claro, além de cumprirem bem a função de drenagem do solo. O desnível da área da piscina para o spa foi solucionado com a criação de uma alternativa em cada extremidade da construção: de um lado pela rampa com dormentes de demolição e pedriscos e de outro através de escada toda de pedra, criando um largo patamar com uso de banco de jardim para contemplação. A iluminação é toda pontuada e realça as formas escultóricas da vegetação. Esse efeito foi conseguido com o uso de espetos, embutidos de chão e de balisadores de ferro criados especialmente para a residência.

| veja + |

Jardim urbano favorece ampliação da área de lazer

Com área livre reduzida, o jardim desta casa em Petrópolis, RJ, valoriza os entornos das construções, aproveitando bem todo a área. Buscando criar espaços que proporcionassem harmonia, energia e sensações diversas a seus usuários, o jardim foi projetado de forma a integrar a residência principal à área externa, confluindo piscina, anexo de hóspede com churrasqueira e sauna, gazebo e horta. O desejo dos moradores era que houvesse muita cor, o que foi conseguido com o uso de várias espécies de árvores, arbustos e forrações que produzem interessante contraste com suas flores, folhas e texturas. A variedade de espécies com formatos trabalhados em forma de topiaria também foi privilegiada, misturando-se com equilíbrio às de formato natural. A construção como ponto de destaque no jardim, do gazebo sobre o lago com cascata, convida a um descanso na sombra e a momentos de contemplação . A pequena horta com verduras e ervas aromáticas ganhou caminhos de pedriscos e cerca de madeira como proteção aos cães. Na parte íngreme do terreno, área de pouco uso, foi realizado um reflorestamento com árvores nativas da Mata Atlântica, explorando mais uma vez o colorido das flores, permitindo a sensação da presença marcante das diferentes estações do ano.

| veja + |

Renovação com Preservação

Com a reforma da casa, iniciou-se também a transformação do jardim. O Projeto Paisagístico destaca os elementos existentes no jardim, que foi valorizado pelo uso de plantas que proporcionam contraste de cor, textura e volume. É o caso da antiga areca-bambú, ponto de atração do novo pátio ajardinado, que ganhou também um ambiente de estar com os confortáveis móveis de madeira reflorestada. A topografia plana do terreno permitiu a implantação de um grande gramado, que se destaca na paisagem. Em alguns pontos, os suaves desníveis quebram a hegemonia, modificando essa paisagem. Na entrada para o pátio, a escada de pedra rústica ladeada por rock gardens encaminha o visitante. Próximo à piscina e ao novo espaço da churrasqueira, o ambiente da pracinha com a mesa especial de toras de eucalipto convida os usuários a refeições sob a sombra do centenário flamboyant e das antigas palmeiras. Para usufruir com privacidade a quadra de futebol foi necessário a criação de uma barreira visual com relação à casa vizinha, com o plantio de mudas frutíferas e árvores nativas da Mata Atlântica.

| veja + |
Estrada Bernardo Coutinho, 1861 - Araras - Petrópolis/RJ - (24) 2222-4634